Texto de 57 dC que cita Londres é encontrado em escavação

Padrão

documentos escavados londres

Placas de madeira descobertas em 2013 em uma escavação em Londres acabam de ser traduzidas. Elas datam de 57 dC, e são o primeiro documento encontrado a citar o nome Londres.Na época, cerca de 10 mil itens foram descobertos na área batizada de “Pompeia do Norte”, por conta das ótimas condições de preservação dos artefatos. Objetos que costumam se decompor rapidamente, como madeira e couro, foram encontrados em ótimo estado.

As escavações aconteciam como preparação do terreno para a construção do escritório da agência de notícias Bloomberg. Mal sabiam eles que encontrariam uma ótima notícia bem ali. Mais de 700 artefatos encontrados na escavação serão expostos no próprio prédio, assim que ele for inaugurado.De acordo com o Museu de Arqueologia de Londres (MOLA), os documentos revelam um pouco da rotina das pessoas que viveram, trabalharam e administraram na nova cidade. A diretora do museu, Sophie Jackson, afirma que a descoberta superou todas as expectativas e que permite aos arqueólogos “se aproximar dos primeiros britânicos romanos”.

Primeira referencia a Londres

placa londres 57 dc
Pesquisadores acreditam que esta placa seja a primeira referência já encontrada sobre Londres. Ela é mais antiga que a menção nos Anais de Tacitus, escrito 50 anos depois.
A escrita diz “Londinio Mogontio”, que significa “Em Londres, a Mogontius”.

Primeira placa legível

placa londres 57 dc 2

Esta placa foi encontrada em uma camada datada pelo museu como 43-53 dC, e acredita-se que ela seja da primeira década de governo romano.Os escritos dizem: “… porque eles estão falando pelo mercado todo que você emprestou dinheiro a eles. Por isso peço a você em seu próprio interesse que não pareça desgrenhado (…) você não vai ajudar seus próprios interesses…”.

Evidência de alfabetização

placa londres 57 dc 3

As letras nesta placa mostram parte do alfabeto: “ABCDIIFGHIKLMNOPQRST”. Arqueólogos acreditam que esta seja uma prática de escrita ou então uma demonstração de caligrafia. É muito possível que seja a primeira evidência da educação romana na Britânia.

Primeiro documento datado da Britânia

placa londres 57 dc 4

Esta placa diz: “Em consulta ao Nero Claudius Caesar Augustus Germanicus pela segunda vez e ao Lucius Calpurnius Piso, no sexto dia antes dos idos de janeiro [8 de janeiro].I, Tibullus, o homem livre de Venustus, escreveram e dizem que eu devo a Gratus, o homem livre de Spurius, 105 denarii pelo preço da mercadoria que foi vendida e entregue. Esse dinheiro devo pagar a ele ou a pessoa a qual interessa o problema…”.

Condições ideais

londres escavacao predio

De acordo com o MOLA, este é o documento datado mais antigo já encontrado no Reino Unido. Esses documentos se preservaram por tanto tempo porque foram escritos em madeira coberta com cera de abelha escurecida.

Apesar de a cera não ter se mantido, a madeira com as letras se preservou. Esses objetos foram encontrados em uma área de lama, que ajudou a preservar a madeira, já que manteve o material isolado do oxigênio.Depois de serem retirados do local, os objetos foram mantidos em água, depois limpos e secos em baixa temperatura. [BBC]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s