Ponto de drogas e prostituição vira horta comunitária em Portugal

Padrão

Lugares abandonados muitas vezes se tornam convidativos para práticas marginalizadas pela sociedade. Era o caso de um terreno no Barreiro, em Portugal, que usuários de drogas, traficantes e prostitutas costumavam frequentar. Hoje, a área fornece couve e tomates para os moradores.

Percebendo que a repressão não seria eficiente para contornar o problema (um morador ouviu de autoridades que não seria possível ter agentes permanentemente no lugar), os vizinhos decidiram ir por outro caminho: o da revitalização.

13177121_10153532200692681_3832200175256362169_n

Há um ano e meio, a Câmara Municipal fez uma grande limpeza no terreno, tirando colchões, barracas e materiais de construção. Vendo o local limpo, a moradora Isabel Ferreira percebeu seu potencial. Junto com alguns vizinhos, ela deu início a um projeto comunitário que hoje conta com 42 hortas.

13151399_10153532200622681_7411477256766732540_n

Uma fonte natural leva água para os cultivos. Tem alface, tomate, couve, batatas…  tem também um mini-jardim, bancos, mesas e um espaço para convivência. Os moradores contam que aconteciam muitos assaltos na região, mas os casos caíram desde a criação da horta. Mais uma prova de que a união faz a força!

13139339_10153532200212681_1850276052139071199_n

13178852_10153532199762681_3897797485348581146_n

13119132_10153532200022681_1283452280031239845_n

13177960_10153532208467681_6156000616293661924_n

13164202_10153532199617681_1843687320480427478_n

13124680_10153532200927681_7182950111986744913_n

13173863_10153532200492681_3953005282272039269_n

Fotos via Jornal Rostos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s